sábado, 21 de dezembro de 2013

INOCÊNCIA

Contos e Encantos,traz uma historia real,da qual futuramente faremos uma pesquisa,para juntamente com os leitores,entendermos melhor o pensamento do principal protagonista.
Um grande homem que costumava contar historias,me contou uma muito interessante.Falou que um lavrador que não tinha costume de quando chegava do trabalho,ia até uma grande jarra de barro tirar agua para lavar as ferramentas.Um dia três filhos brincando ao redor da casa,quebraram a jarra,e fizeram um trato que nenhum dos três assumiriam porque seriam castigados.Ao chegar e ver a jarra quebrada o homem perguntou qual dos três havia quebrado e todos negaram a autoria.O homem chamou o filho mais velho e disse,vá e me traga um cipó,ele e os demais ficaram esperando o castigo,mas o homem dividiu em três partes iguais entregou um pedaço do cipó a cada um e falou:Guardem amanhã o que tiver quebrado a jarra,esse cipó vai crescer cinco centímetros.
No dia seguinte ele chamou os meninos e disse,me mostrem os pedaços do cipó,para surpresa um estava menor e ele perguntou porque e o  garoto respondeu,já que ele ia crescer eu cortei logo,para quando ele crescesse ficar do tamanho dos outros,o homem só riu da situação,mas ficou sabendo quem havia quebrado a jarra.  

O TEMPO

Contos e Encantos sobre o Tempo

Chegou,não parou,passou,era o tempo,veloz e não vi,mas senti o quanto perdi,ao ignorar o tempo que tive para amar,compartilhar, sem pensar em receber,mas a tempo consegui entender,que ainda podia fazer,e fiz,contei historias engraçadas,cantei canções encantadas,pelos sorrisos de crianças embaladas,por fascinações de contos de fadas.
Mas ele passou,sem me ouvir,sem sentir,ignorou,e vai voltar,algum tempo em outro lugar,não perca a oportunidade  de cantar,encantar e sorri,mas não tente parar para pensar,só vai sentir a saudade que o tempo deixa em te.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

NATUREZA

A natureza nos traz lições das quais precisamos aprender praticar e aperfeiçoar.Agredindo a natureza estamos agredindo a nós e nossas futuras gerações,hoje se fala muito em efeito estufa,degelo das geleiras,terremotos,,estiagem,e muito mais,mas e bom observar que isso não começou agora,e sim a muito e muito tempo,e agora a natureza  se pronuncia,ao mesmo tempo em que pede socorro,faz seu protesto,e de forma poderosa.Não adianta querer mostrar onde foram as falhas e sim,corrigir as mesmas,com um  campanha universalizada e sem tréguas para que o resultado obtenha um resultado satisfatório.
Como nesse condomínio,todos tem sua importância na cadeia biológica,lembro a lição de uma aranha.
Em uma tarde de inverno,um fugitivo encontra uma caverna,e na entrada da mesma uma pequena aranha tecia sua teia,o homem pensou,de que serve um animal tão pequeno,não faria diferença sua existência.
Entrou na caverna para se proteger do frio e dos inimigos,pela manhã o grupo que o procurava,encontraram a caverna,e um deles comentou,talvez ele esteja aí,e o outro falou,use a cabeça,não estás vendo a teia de aranha fechando a caverna,impossível passar sem romper.
Na natureza independente do tamanho,terá o seu valor.

Ass.  Maninho.



SOLIDÃO

Contos e Encantos,traz hoje um tema delicado,delicado em ambos sentidos,principalmente de entender e de aceitar.A solidão.ela não é um sentimento, e sim um conjunto de situações principalmente de ordem psicológica.Solidão não é estar só fisicamente,porque em muitas vezes temos muitas pessoas próximas a nós e continuamos tristes,vazios,e sem motivação.
Na realidade,solidão é quando a felicidade se ausenta,quando não temos ou não podemos administrar nosso emocional e deixamos  que as emoções superem razões ou sentimentos,cedendo espaço as tristezas,incertezas,imaginações e mais alguns similares que nos deixam tristes e afastados de nossa realidade. Solidão nada mais é do que a distancia entre o eu,e o emocional.Você agora que está lendo esse artigo,pare um pouco,busque em você mesmo um ponto de equilíbrio,e verás,a solidão é o que está escrito.

Ass.Maninho.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Olá,iniciando nosso contato de contos e encantos,fazendo um relato de um vendedor.
Vender,é uma arte,e na qual devemos procurar aperfeiçoamento constante,para que possamos corresponder as espectativas de nossos clientes.
Conheci um vendedor que superava objeções e que  sempre estava disposto a mostrar alternativas.
Uma cliente entrou na loja a procura de um violão para presentear a filha,esse vendedor atendeu e disse,a Sra esta com sorte,temos esse em promoção,a cliente observou o violão e comentou,estam faltando duas cordas e o vendedor perguntou,é para um profissional tocar,e a cliente respondeu,não,é para minha filha que esta aprendendo,e ele disse,foi feito pra ela,quanto menos corda,mais rápido ela aprende.
A cliente sorriu e comprou o violão e o encordoamento.

Ass.Maninho.