terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

SOZINHO

Chego ao restaurante e o que parecia ser um dia maravilhoso,tornou-se um pesadelo,a mesa em um lugar discreto,tinha um propósito diferente,proporcionar um encontro que ficasse marcado eternamente,tudo foi planejado,não podia acontecer erros.Sentei-me conferi o horário e eu estava adiantado um pouco,talvez dominado pela ansiedade,apressei o tempo e cheguei muito antes do combinado.
Uma cantora alta de olhos pretos cantava e regia suas músicas de forma elegante e sincronizada,vestida em vestido vermelho e longo,usava um cordão com uma pequena pedra de esmeralda e tinha um jeito diferente de cantar,cantava com os olhos fechados e a vezes ria como se estivesse dentro da própria música.
Sua música suavemente ia me envolvendo,e as notas do piano pareciam regidas pela chuva que caía lá fora.A luz ambiente diminuiu e os casais começaram a dançar,relâmpagos clareavam o salão,e sua claridade refletia nos olhos brilhantes de casais apaixonados e felizes,uns pareciam felizes por uma nova conquista,e outros mais felizes ainda,pareciam comemorarem muito tempo que estavam juntos,e olhares de diversos se estampavam em cada rosto.
O tempo passava demorado devido a minha ansiedade,um casal que dançava próximo a mim,a moça tinha usado um perfume provocante,desses que tem cheiro de pecado,e eu imaginei,talvez ela nem tivesse pensado no efeito que tem aquele perfume.
A musica parou,e quando recomeçou,um casal dançava um famoso tango,inevitável os aplausos,pela elegância.pareciam feitos um para o outro,olho novamente o relógio e a certeza de ela não vai aparecer,alguma incerteza a fez desistir,ou não estava pronta para recomeçar,ainda era recente o que tinha acontecido,muitas respostas passavam pela minha cabeça,mas nenhuma me deixavam tranquilo,eu estava sozinho,perdido em sonhos,já não ouvia mais a música,parecia estar distante,muito distante,meus pensamentos vagavam como as gaivotas sabre as ondas,destraído com meus pensamentos,e de repente o garçon se aproxima e e deixa sobre a mesa um taça com uma marca de batom e um pouco abaixo uma mensagem,estou igual a você sozinha,mais ainda é cedo.
Pago minha conta,chamo um taxi a vou para um estaleiro,e lá fico sozinho olhando o mar,talvez só o mar me traga paz.

Ass.  Maninho.

maninho1956@globo.com
Postar um comentário