domingo, 16 de novembro de 2014

FORA DE CONTROLE

    Nosso computador entrou em pane, não realiza as tarefas, entra artigos indesejados, as planilhas desaparecem, e cria um grande problema na área de trabalho.  De imediato diagnosticamos, é um vírus. Começamos e encontrar os culpados, é gente querendo roubar nossos, o ante vírus deixou de funcionar, quem instalou os programas não salvou, e um leque de explicações aparecem para justificar o problema.
    Mas poucos usuários verificam suas responsabilidades diante do que aconteceu. Muita gente por curiosidade e falta de conhecimento, clica em aceitar alguns programas, sem ler na íntegra o conteúdo do mesmo, temos o hábito da pressa, existem pessoas que compram um produto eletrônico, e ligam e tentam usufruir do mesmo, sem antes  ler o manual de instruções, e quando dar algo errado culpam o fabricante ou o vendedor.
    Esse é um grande problema, estamos quase sempre procurando desculpas que justifiquem nossas falhas. E quando está tudo errado entramos em curto circuito e ficamos fora de controle, Em nosso computador, fazemos alguns ajustes, recorremos a net, e finalmente parece que está tudo resolvido.         Puro engano, quando estamos prontos para fazermos uma edição, surpresa, volta tudo e nos deixa fora de controle.
    Nosso sistema central não é muito diferente, também entramos em pane que dificulta realizarmos nossos projetos, falamos, falamos não, e também com a nossa pressa costumeira, e cometemos o mesmo erro em ralação a máquina, procuramos um culpado, porque detectar nossas deficiências parece ser muito difícil. E nem sempre lemos o grande manual da vida, fazemos, ou tentamos fazer do nosso jeito, sem imaginarmos que estamos colocando em risco o nosso programa pessoal.
    E começamos a encontrar qualquer culpado desde que não seja a gente, parece até que somos programados para não cometermos erros, e porque os outros podem sempre estarem errados, e nós com proteção total, e com um ante vírus infalível. Temos um programa para corrigir os outros, mas esquecemos de nos programar com um aplicativo auto corretivo, e devido a essa falha, muitas vezes ficamos fora de controle.
    Quando nosso computador para, temos a paciência para leva-lo a uma assistência e fazer com que ele volte a atividade, se temos essa paciência com uma máquina, porque não podemos adotar esse método com a máquina humana? Seria interessante pensar sobre isso, um pequeno reparo pode fazer a grande diferença, nem as máquinas são literalmente descartáveis, imaginem as pessoas, precisamos em algumas situações de ações que tenham caráter de aprendizado e crescimento, mas o nosso programa de aceitação, deve existir e de forma segura, para que ninguém descubra a senha que possa bloquear o mesmo.
    Vamos começar a ler o nosso manual, afinal, nosso sistema é complexo, e se não implantarmos um programa de aperfeiçoamento, poderemos ficar fora de controle.

    Ass  Maninho.


Postar um comentário