quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

LIRAS E IRAS

A lira é um dos instrumaentos mais antigos do mundo, tão antigo quanto a ira, a primeira é uma referência da boa música e de momentos inesquecíveis, a segunda já poderia ter dasaparecido e não faria nenhuma falta.
A lira instrumento dos deuses mitológicos, inspiradora de poemas e paixões, representa a harmonia, e de certa forma é parceira da felicidade, com suas notas musicais que invadem os corações, imortalizando recordações, marcando momentos com a música. E a música com a sua magia, maltrata, consola, e nesse misto de amor e sofrimento, nunca deixará de ser lembrada e amada.
E a ira, presença milenar, e referência destruidora da paz e do amor. Nõ pode deixar de ser lembrada, porque se esquecermos de combater seus efeitos, e se ignorarmos a sua existência, padeceremos com efeito de sua ação, promovendo a discórdia, destribuindo boatos, criando conflitos, e fazendo com que os Romeus e Julietas sejam apenas cenas de cinema.
A lira dos poetas e poetizas, das eternas canções, serestas e luaradas, dos fados, e do romantismo. A cada nota musical, vivemos um momento de amor e reflexão, da pancada de um tambor,ao refinado som de um piano, a lira está presente, porque aqui ela representa a música, e cada instrumento existente na terrra tem seu momento de lirismo.
A ira precisa ser sufocada, ela não gosta de música nem canções, quando alguém canta ou toca, é como se estivesse tirando dela o ar que tanto precisa. Sabendo disso, vamos cantar, tocar, encher o mundo com o amor, e fazer da música e da lira, o nosso instrumento universal para a felicidade, vamos sufocar a ira, com ritmos, com danças, com sons dos mais variáveis possíveis, vamos atordoar a ira, vamos deixa-la enfraquecida, sabemos que nela não desiste, e que não podemos extermina-la, ela é sobrevivente do tempo, mas podemos diminuir e retardar a dor que ela nos causa.
Cante e toque, a lira vai estar em nossos momentos, a músia a uma caixinha de felicidade, quando estamos felizes cantamos, tem uns que vivem para cantar, e outros cantam para viver, talvez a música seja um anjo que a lira enviou para a terra, e talvez a lira seja filha da terra e nossa irmã, e por isso tanto quer a nossa felicidade, por isso, quem canta seus males espanta, o que estamos esperando para começar a cantar? O sambista falou: Canta, canta, minha gente que a vida vai melhorar, filosofia popular e verdadeira. Sabe, a lira e a ira são inimigas, porque a lira gosta de canção, e a ira descobriu que isso faz bem ao coração. Coração, cante com ele, ame com ele, e um dia a felicidade será a musica que tocará em cada coração

Ass.  Maninho.
Postar um comentário