sábado, 8 de março de 2014

Contos e Encantos: ELAS,ASSIM

Contos e Encantos: ELAS,ASSIM: Elas assim,amadas e perfumadas,diferentes,desejadas,lembradas ou esquecidas,valentes,atrevidas,sensíveis,incríveis,ardentes,carentes,eloqu...

ELAS,ASSIM

Elas assim,amadas e perfumadas,diferentes,desejadas,lembradas ou esquecidas,valentes,atrevidas,sensíveis,incríveis,ardentes,carentes,eloquentes,destemidas,guerreiras,famosas,presentes,distantes,de vários semblantes,de várias belezas,mas uma certeza,elas assim,formando um jardim,que não tem igual.Elas assim,amigas,imitadas,desejadas,ativas,criativas,prepotentes,inteligentes,sensuais,normais,casuais,as vezes rivais,mas não tem iguais,elas são demais,sem comparação.Elas assim,de força,de luta,de garra,na manha ou na marra,elas vão avançando,vão conquistando,fincando a bandeira,mulher brasileira,e de outros Países,suas raízes,estão garantindo,que outras gerações,continue seguindo,suas tradições.

Atte.  Maninho

maninhoiscm.com.br

sexta-feira, 7 de março de 2014

Contos e Encantos: Contos e Encantos: INDECISÃO

Contos e Encantos: Contos e Encantos: INDECISÃO: Contos e Encantos: INDECISÃO : Porque será que temos tanta dificuldade em tomar decisões?E isso acontece com a maioria,a indecisão tem sido ...

Contos e Encantos: INDECISÃO

Contos e Encantos: INDECISÃO: Porque será que temos tanta dificuldade em tomar decisões?E isso acontece com a maioria,a indecisão tem sido uma constante em nossas vidas...

INDECISÃO

Porque será que temos tanta dificuldade em tomar decisões?E isso acontece com a maioria,a indecisão tem sido uma constante em nossas vidas,e tem uma grande participação em nossas conquistas e nossa felicidade,desconheço que já exista um remédio que tenha algum efeito para que possamos tomar decisões mais certa e mais rápidas,porque a demora ou a pressa para tomarmos decisões,estão nas mesmas proporções e erros ou acertos,justamente porque não temos a convicção o que é o melhor,e muitas vezes tomamos decisões fundamentadas em nossa emoções ou situações,e que nem sempre retratam um posicionamento correto,referente as decisões tomadas.
As grandes empresas promovem suas reuniões,para somarem opiniões e tomarem decisões com um índice de acertos maiores,infelizmente as pessoas que tomam suas decisões de forma isolada,por questões pessoais,e que na maioria das vezes poderia compartilhar suas dúvidas com uma pessoa amiga.para encontrar a melhor decisão,é comum que as pessoas não compartilhem,o que torna-se ainda mais duvidoso o acerto,é comum,mas não é o mais lógico,principalmente porque a pessoa imagina que agindo assim demonstra fraqueza,no entanto os fortes são os que sem medo de crítica ou preconceito,buscam ajuda,porque por mais que a pessoa tome uma decisão isolada,ela tem um efeito coletivo.
Decidir,é sempre um ponto de interrogação em nossa  cabeça,como,porque,quando,será,e se não der certo,e agora,já decidiu,volta atrás nem sempre é possível,e quando é possível,o efeito já aconteceu,será ideal pedir ajuda ou apoio,quando tiver que tomar uma decisão,e se a decisão tiver um efeito coletivo,pense no coletivo,some ideias,solicite participações,analise prós e contras,e se fizer valer a sua decisão,esteja sempre preparado para aplausos ou críticas.

Ass  Maninho.

maninho@maninhoiscm.com.br


quinta-feira, 6 de março de 2014

Contos e Encantos: LUA CHEIA

Contos e Encantos: LUA CHEIA: Noite de lua cheia,parecia um convite para um passeio por entre as grandes árvores,me aventurei a entrar na floresta,a minha recepção, foi...

LUA CHEIA

Noite de lua cheia,parecia um convite para um passeio por entre as grandes árvores,me aventurei a entrar na floresta,a minha recepção, foi ver uma linda coruja em um galho com poucas folhas,parecia que ela elaborava um plano para aquela noite,sábia que é, olhava para a parte mais vasta da mata e com o clarão da lua,ficava mais fácil ver o que ela procurava.
O vento era suave,e como se brincasse com as folhas caídas no chão,ia movimentando as mesmas e as sombras do claro da lua tinha um efeito especial,como se desse vida as folhas que o vento soprava,os pirilampos faziam um jogo de luzes de cores diferentes,como se fossem luminárias de uma árvore de natal.Na parte mais escura da mata eu via dois olhos vermelhos que possivelmente seria de um cachorro do mato ou de alguma raposa,fiquei parado por alguns minutos e eles desapareceram,os desenhos feitos pelas sombras eram admiráveis,a cada movimento que o vento fazia nas folhas,mostrava uma nova forma no chão,e associada a minha imaginação,sempre encontrava uma forma de vida parecida com o desenho.
As saúvas trabalhavam freneticamente,de vez em quando o vento deixava algumas de pernas para o ar,mais elas não largaram suas folhas,se restabeleceram e seguiram seu rumo até o formigueiro,um lagarto estava na entrada do formigueiro fazendo sua refeição,e chegou uma formiga vigilante,se recolheu e quando voltou foi com um exército de milhares de formigas,algumas foram sacrificadas,mas ele não suportou o ataque e fugiu,fazendo valer a ação em conjunto.
Uma família de camundongos dá um alerta geral,tem uma caçadora na área,não ouvi nenhum som de ataque,salvaram-se todos,e em segundos depois ela passa,deslizando lentamente sobre as folhas e camuflada aos galhos secos no chão,a tornando quase invisível.
As mariposas  se perdem no claro da lua,mas não deixam de fazer o seu ballet,incrível essas pequenas criaturas,conseguem voar por tanto tempo,tão pequenas e tão resistentes,o noite e seu encanto,de sons estranhos,de animais desconhecidos,de fábulas e verdades,de mistérios e belezas,de lutas e sobrevivências,faça uma expedição noturna e se surpreenda,em uma noite de lua cheia.

Ass.  Maninho.

maninhoiscm.com.br

quarta-feira, 5 de março de 2014

UM MONSTRO DE OLHOS VERDES

Vamos escrever sobre um grande monstro de olhos verdes,perigoso,agressivo e destruidor,para termos uma ideia aproximada do perigo que ele representa,ele por si se gera,e se alimente de imaginações e fantasias nascidas das inseguranças de algumas pessoas.Para não causar terror,não mostramos ele em sua aparência normal,mas informamos que ele tem garras enormes para poder segurar suas presas,as quais quando são dominadas,se debatem e sentem grandes dificuldades para conseguirem se libertarem.Olhem atentamente para ele,enorme,violento e faminto,a qualquer descuido ele ataca,sem preferência de homens ou mulheres,todos correm sério perigo de seu ataque.
Ele é solitário,e tem como objetivo destruir quem vive em pares ou grupos,ele ataca vários tipos de animais,mas sua preferência são o seres humanos,e em especial casais.
Esse monstro vem dos princípios do mundo,já esteve presente nas histórias da mitologia,nas religiões,e na historia da humanidade de forma mais perversa,por mais milenar que ele seja,ele esta cada vez mais forte,e ninguém conseguiu exterminar sua raça,vivemos assustados,porque a qualquer momento ele pode atacar alguém nós amamos,e nem sempre derrotá-lo será uma tarefa fácil,parece até que seu ataque é similar ao de uma grande serpente,que quando laça a presa parte os vasos sanguíneos,sem deixar que o oxigenio circule,e com isso não aconteça resistência.
A vítima de seu ataque fica com a visão turva,não consegue enxergar o que na realidade existe,seu raciocínio fica adulterado,pensa que tem poderes total sobre o outro,imagina que seu par é uma propriedade sua e que tudo deverá ser feito sob sua autorização.e esse monstro não ataca de vez,ele vai cercando a vítima,que não percebe sua mudança de comportamento,e quando alguém alerta o perigo,ele ataca novamente,mais forte e mais resistente,querendo a qualquer custo atingir as pessoas,destruindo amores e provocando a discórdia e o ódio.
Leiam o que o grande William Shakespeare,escreveu sobre esse monstro de olhos verdes.(Meu senhor,livrai-me do ciúme!É um monstro de olhos verdes,que escarnece do próprio pasto que o alimenta.Felizardo é o enganado que cônscio,não ama a sua infiel!Mas que torturas infernais padece o homem,amando,duvida,e suspeitando adora).
Definir esse monstro de olhos verdes,tem sido uma constante dúvida de cientistas e psicólogos,visto que o ciúme é como um divisor entre o imaginário e o real,e uma fantasia ilustrada pela pouca autoestima,,pela insegurança,ele estar em cada um de nós,como uma bomba relógio que a qualquer momento pode ser ativada,e assim temos que ter muito cuidado ao tentar desarma-la,temos que aumentar o diálogo para ganharmos tempo,devemos fazer essa operação de forma segura,com calma,sem pressa mesmo,se tentarmos resolver de qualquer jeito,com certeza ela explode, esse monstro também de alimenta desse tipo de explosões,em que o descontrole emocional funciona como detonadores,a insegurança como explosivos,tente se livrar do monstro do ciúme,antes que ele possa explodir você,não podemos,nem devemos destruir um relacionamento,para fortalecer,esse monstro de olhos verdes.

Ass,  Maninho.

maninhoideal@gmail.com



terça-feira, 4 de março de 2014

Contos e Encantos: UM MONSTRO DE OLHOS VERDES

Contos e Encantos: UM MONSTRO DE OLHOS VERDES: Vamos escrever sobre um grande monstro de olhos verdes,perigoso,agressivo e destruidor,para termos uma ideia aproximada do perigo que ele ...

Contos e Encantos: ARTESANATO E TERAPIA

Contos e Encantos: ARTESANATO E TERAPIA: Esse trabalho além de ser muito bonito e decorativo,tem uma finalidade ainda maior,é a importância que ele tem na área de saúde,funcionand...

ARTESANATO E TERAPIA

Esse trabalho além de ser muito bonito e decorativo,tem uma finalidade ainda maior,é a importância que ele tem na área de saúde,funcionando como uma terapia ocupacional,todos nós sabemos que a terapia consiste em criar uma ocupação para não ficarmos ociosos e e futuramente depressivos.Alguns trabalhos similares tendem a recuperar a mobilização,recuperar nosso sincronismo, e deixarmos mais saudáveis.Na proporção em que avançamos em uma terapia,vamos nos revitalizando e ativando várias células responsáveis pelo nosso sistema nervoso,porque se ele estiver vulnerável,acarreta outros grandes e sérios problemas.
Para que possamos ter uma ideia,vou exemplificar sobre esses trabalhos em destaque,para essa cestinha,são cortados quatrocentos pedacinhos de papel,e dobrados oito vezes cada um deles e colados uns aos outros,no segundo jarro da direita para a esquerda,são cortados mil e quinhentos pedaços de papel e feito o mesmo procedimento da cesta,no jarro maior,são cortados dois mil e quinhentos pedaços de papel.,
Imaginem o tempo que que precisamos para concluir um trabalho assim,e essas horas,são de total concentração,com os detalhes de quantidade de cores,para que tudo ocorra de forma correta.E enquanto estiverem concentrados nesse trabalho,muitos problemas da rotina são esquecidos,deixando a pessoa mais tranquila e relaxada,esse comportamento fortalece os relacionamentos pessoais e sociais,porque quanto mais tranquilidade,mais raciocínio para resolver os problemas rotineiros.
Invente,crie algo diferente,faça algo que renove,não fique parado,porque sua saúde vai pedir socorro,seja proativo,corpo em movimento,gera saúde,seja multiplicador de boas atitudes, e  a vida vai estar em parceria com você.

Ass.  Maninhio.

maninhogmail.com.br

segunda-feira, 3 de março de 2014

Contos e Encantos: FLORESTA ENCANTADA

Contos e Encantos: FLORESTA ENCANTADA: Duas meninas brincavam na sombra de uma papoula,e começaram a observar as visitas constantes das abelhas que chegavam nas flores e segundo...

FLORESTA ENCANTADA

Duas meninas brincavam na sombra de uma papoula,e começaram a observar as visitas constantes das abelhas que chegavam nas flores e segundos depois voavam amarelinhas de mel,parecia até que elas traziam duas sacolinhas vazias e saiam cheias de mel,as borboletas de cores variadas eram um destaque especial sobre as folhas verde escuro da papoula,um gafanhoto que se abrigava em um dos galhos parecia indiferente a tudo,umas das meninas falou:olha tão sozinho parece que está perdido,tantas abelhas tantas joaninhas,borboletas e só ele isolado nesse galho,a outra comentou,quem sabe ele fez uma longa viagem e esta cansado,vamos coloca-lo no sol,para ela se aquecer,e ao se aproximarem ele abriu as asas,uma das meninas disse certinho,uma asa para cada uma de nós,parece até que ele adivinhou nossos planos.
E ao pegarem em suas asas,ele ficou gigante e as envolveu com as mesmas,em vez de ficarem assustadas,elas riram e disseram,que legal só falta ele voar com a gente,e ele simplesmente se encostou na papoula e a as transportou para uma grande floresta,elas se apavoraram,queremos voltar,não podemos ficar distante de nossos pais,eles vão sentir falta ,e nós mais ainda,mas ele havia desaparecido,ouviram uma canção,ah,agora vamos pedir ajuda a quem esta cantando,é uma moça e ela deve saber o fazer para a gente voltar,para a nossa casa.Afastaram alguns galhos e viram uma moça que cantava e ao mesmo tempo perecia convidar uns pequenos seres dourados a entrarem em uma casa,era uma visão estranha,árvores enormes,grandes raízes pareciam que tinham sido puxadas para cima,mas tudo tinha vida,enquanto ela cantava as plantas faziam um som de acompanhamento,e nos galhos uma diversidade de animais pequenos,brincavam,cantavam sem parar.Ei moça,um gafanhoto gigante trouxe a gente esse lugar mas queremos voltar,e logo,ela respondeu,o gafanhoto sou eu,que já faz muito tempo que eu queria trazer vocês aqui,e todos os dias estou no seu pé de papoula,eu sou a fada da felicidade,e quem são esses amarelinhos sem pés que lhe acompanham,é a felicidade,eu as transformo em grãos, que são levados por todos que conseguem voar,e muitos desses grão amarelinhos foram colhidos no seu pé de papoula,então você está levando nossa felicidade,não estou multiplicando,a cada dia vocês são mais felizes,e essa felicidade faz com que vocês vejam e façam o mundo mais bonito,foi hoje que vocês me viram,mas eu sempre estou lá,colhendo um pouquinho da felicidade que sobra,transformo em grãos,que são levados nas asas de meu amiguinhos até aqueles que ainda não são felizes.Vou lhe dizer,eu visito todos,mas só alguns me acolhem,e quando chego aos quintais ou jardins eu identifico o nível de felicidade que ali existe,sabe,algumas plantas nascem e morrem sem nunca terem sido vistas ou visitadas,algumas parecem plantas,mas não são,elas sentem a ausência do amor de mora na casa,porisso visito quintais e jardins e deixo alguns grãos de felicidade nas plantas e elas  os levam aos seus donos,e espero que seu quintal e seu jardim continue fazendo essas doações,elas serão sempre multiplicadas.
Nunca esqueçam de doar felicidade,vocês já estão novamente na papoula,e nem souberam como chegaram,e com certeza nos veremos vária vezes,em qualquer momento,em qualquer lugar,acredite a felicidade,vai chegar.

Ass.  Maninho.

maninhoideal@gmail.com

domingo, 2 de março de 2014

Contos e Encantos: NATUREZA AGREDIDA

Contos e Encantos: NATUREZA AGREDIDA: Não tem mais árvores nem ninhos,hoje só se ver gravêto,da grossura de um espêto,que é usado em churasquinho,veja como é mesquinho,o homem ...

NATUREZA AGREDIDA

Não tem mais árvores nem ninhos,hoje só se ver gravêto,da grossura de um espêto,que é usado em churasquinho,veja como é mesquinho,o homem com o criador,perverso e destruidor,pedimos que alguém olhe,o homem planta e não colhe,está colhendo o que plantou.

Talvez por pura ganãncia,ou falta de conhecimento,o homem traz sofrimento,procurando dor atôa,aonde tinha lagoa,fizeram desmatamento,trazendo o aterramento,deixando a mesma sem vida,a terra fica sentida,por esse triste momento.

Já fizemos prece a Deus,senhor da noite e do dia,e agora em mitologia,fazemos um apêlo a zeus,para convocar os seus,e esfriar a terra quente,deixando o calor ausente,do solo dos irmãos seus.

Lagos rios e lagoas,tem no leito as cicatrizes,plantas mostrando as raizes,o vento sopra e ecoa canção triste que soa,nos ramos e folhas caídas,onde já tiveram vidas,para dar sombra as pessoas.

Marmeleiro,mofumbo e sabiá,ingazeira,paudarco e juazeiro,algaroba,mangeira trapiá,cedro umburana e croatá,xique xique,cumaru e pitombeira,fazem parte das matas do agreste,com a sêca transformando tudo em peste,com certeza vão se acabar.

Chama Thor Deus do trovão,bate a nuvem e faz abrir,deixando a chuva cair,para molhar o sertão,Tétis ponha a sua mão,não deixe a água sumir,ou os animais daqui,vão entrar em extinção.

A natureza agredida,começou a dar o trôco,o inverno já é pouco,a terra fica sem vida,faltando água e comida,devido tanta agressão,por falta de conciência,Deus nos deu a inteligência,e muitos não estão usando,o mundo está se acabando,só Deus,com sua clemência.

Ass.  Maninho.

manininhoideal@gmail.com.br