quinta-feira, 24 de abril de 2014

CONTOS E ENCANTOS: PÉS NO CHÃO

CONTOS E ENCANTOS: PÉS NO CHÃO:       Muito cuidado com as palavras,antes de criticar torna-se necessário primeiro entender as razões que justifiquem ou não as ações.Po...

PÉS NO CHÃO

 
    Muito cuidado com as palavras,antes de criticar torna-se necessário primeiro entender as razões que justifiquem ou não as ações.Pode até parecer fácil nos colocarmos na condição de juiz,e julgar de forma apressada e sem um análise profundo de cada caso,difícil var ser conviver com a nossa consciência se julgarmos de forma errada e cometermos algum tipo de injustiça.
    Lidamos com pessoas e não máquinas,e até as maquinas temos de ter habilidades porque já existem algumas com inteligência artificial,imagine as pessoas com suas carências de afeto,apoio e condições.Ninguém vive só de acertos,os nossos erros nos deixa na condição de procurar meios de acerto,o que não podemos é ignorar nosso erro e provocar um outro ainda maior.
    Assumir uma autoria consiste em uma das mais bonitas e louvável atitude,mas sempre de forma serena,pé no chão,sabendo exatamente como e quando vai encontrar a solução.Nunca se apavore em situações que exigirem controle absoluto,fuja das pressões sem fugir das responsabilidades,mas não decida com pressa,poderá ser pior.O diálogo é a melhor ferramenta que deve ser utilizada na atualidade,pessoas sensatas estão estão sempre abertas ao diálogo,embora em muitas situações envolvam sentimentos e honras,talvez a melhor opção seja a inversão de posicionamento,para cometermos inversão de valores,e os valores referidos,são valores humanos.
    Pés no chão,vivemos em épocas modernas em que muitas pessoas apresentam comportamentos mecânicos ou robóticos,não podemos andar nas nuvens,devemos ter a consciência que somos humanos  e devemos ter comportamento humanitário,você é parte de um todo,por isso não se exclua,participe,interaja de forma ativa e consciente e com os pés no chão.

    Ass.  Maninho.
   

domingo, 13 de abril de 2014

CONTOS E ENCANTOS: CONTANDO UMA HISTÓRIA

CONTOS E ENCANTOS: CONTANDO UMA HISTÓRIA:       F amília sim conta uma história interessante,o objetivo é de criar  um tema para discutir tipos de comportamento,em que uns vencem p...

CONTANDO UMA HISTÓRIA

     Família sim conta uma história interessante,o objetivo é de criar  um tema para discutir tipos de comportamento,em que uns vencem porque lutam,e outros culpando pessoas e sistema.
     Era uma vez,dois meninos que viviam em situações difíceis,família pobre,o pai era alcoólatra,a mãe não podia fazer muita coisa devido a violência da marido que quando chegava bêbado brigava com todos,era um descontrole total.Um dia o João e o Pedro,resolveram fugir de casa,já não aguentavam mais passar fome e verem a cada dia a situação piorar.
     Cada um seguiu caminhos diferentes e decididos a tentarem a sorte em outro lugar.O Pedro chegou em uma cidade e dormiu em uma praça,e ao amanhecer o dia,com fome e sem dinheiro, resolveu sair pedindo esmolas para comprar algum alimento.Deu certo conseguiu alguns trocados e continuou a pedir, e assim ia levando a vida.
     Já adulto e em companhia de alguns moradores de rua,começou a beber,fumar e atá praticar pequenos furtos para sobreviver.Certa vez,ao pedir uma esmola a um homem,o homem lhe ofereceu um emprego,e logo ele dispensou,tenho pouco estudo e não tenho como trabalhar,o homem falou,você faz um trabalho simples,não vai exigir muito estudo,mas o Pedro,não aceitou.O homem perguntou se ele queria ganhar um dinheiro só para contar a vida dele para os funcionários de empresa,e o pedro foi,contou a história de sua vida e falou que o culpado de tudo era o pai,porque só fazia beber e não dava atenção a eles,e se tivesse tido um pai decente hoje ele seria outra pessoa, e não estaria tão distante a da mãe e do irmão.Falou da saudade que tinha do João.E perguntaram e o João como está?Não sei,mas talvez esteja igual a mim,ou ainda pior.
     Quando o João chegou na cidade,também com fome e sem dinheiro,foi a uma lanchonete e propôs lavar alguns pratos em troca de uma refeição,o proprietário disse que ele era muito pequeno para trabalhar,e ele falou determinado,eu consigo,pode deixar,eu faço aos poucos e não vou quebrar nenhum prato,prometo.O homem mandou servir um alimento e deixou ele participar de alguma limpesa na cozinha.Devido a atitude do João,o dono da lanchonete o chamou e perguntou aonde ele morava e o João contou sua triste história.
      O homem disse,João esses dias você fica em minha casa,vou pensar como posso lhe ajudar,e assim aconteceu,o João começou a trabalhar na lanchonete,trabalhava durante o dia e estudava a noite.O tempo passou,o João conseguiu se formar e virou um homem de negócios.Aplicado e bem sucedido,um dia foi chamado para dar uma palestra para contar como ele saindo do nada,e ter conseguido ser um empresário tão conceituado.
     Na palestra ele contou sua trajetória,de uma infância difícil,com fome,com sofrimento e da alegria de ter conseguido vencer,e concluiu,a vinha vitória eu agradeço ao meu pai,se não fosse ele talvez eu não tivesse vencido na vida,porque sempre que ele chegava em casa bêbado e sem nada para comer,eu pensava,um dia quando eu crescer vou ser totalmente diferente,vou trabalhar apara alimentar minha família,e tentar oferecer a ela o melhor que eu possa,não vou medir esforços para conseguir,foi meu pai quem me incentivou a ser diferente para não viver em, fracasso.
    Ao lembrar do Pedro se emocionou,e quando lhe perguntaram como o Pedro estava,ele disse não sei,nunca mais tive contato com ele,mas de certa forma fico tranquilo,porque a gente conversava muito, e sei que ele onde estiver,vai estar bem,talvez bem melhor que eu,ele era muito forte,e tem tudo para ser um grande vencedor.
     Vemos nessa história,as diferenças de situações e de atuações,nas quais podemos ver que até em uma situação crítica podemos aprender e tomar decisões que possam nos levar a vitória,não vai ser culpando os outros,que possamos justificar o nosso insucesso.De João e Pedro,o mundo tem bastante,essa história que ouvi e escrevo,espero que alguém que tenha a oportunidade de ler,divulgue,em reuniões familiares ou de empresas,conte aos amigos,podem até mudar os personagens,mas a mensagem é muito bonita,e deve permanecer.

     Ass.   Maninho.

CONTOS E ENCANTOS: A família

CONTOS E ENCANTOS: A família: A FAMÍLIA        Família,o principal fundamento para a formação uma sociedade.É a base estrutural e o termômetro para o desenvolvime...

sábado, 12 de abril de 2014

CONTOS E ENCANTOS: COMO CONQUISTAR ALGUÉM

CONTOS E ENCANTOS: COMO CONQUISTAR ALGUÉM:     C onquistar é um sentimento motivador que pode nos transformar,dependendo do nosso estado emocional.As conquistas bem sucedidas exigem...

COMO CONQUISTAR ALGUÉM

    Conquistar é um sentimento motivador que pode nos transformar,dependendo do nosso estado emocional.As conquistas bem sucedidas exigem um conjunto de ações que não apresentem características de individualidade.
        Para conquistar alguém,o primeiro passo é manter a originalidade,a preocupação de fazer mudanças no sentido de impressionar alguém caracteriza uma dupla personalidade,e essa é a razão de muitas decepções.Nós somos o que somos,se você se esforçar para ser o que não é,você está sendo desleal com você mesmo,e se isso acontecer,como vai ser leal com os outros?E lembre-se,a lealdade é um dos principais pilares de uma conquista,ele deve original e resistente ao tempo.
       Quer conquistar alguém de verdade,pratique a verdade,uma conquista verdadeira é como uma construção sólida,poderá até precisar de reparos,mas nunca de uma demolição.Saiba escutar,para poder  saber entender.Não fale com a imaginação ou com o sentimento,converse com a razão,nosso coração nos leva a cometer muitos enganos por estar sincronizado com o nosso pensamento,e ainda não temos a sabedoria de pensarmos de forma pura.
       Conquiste com naturalidade e personalidade,entendendo que está lidando com pessoas movidas a emoção e sentimentos que podem sofrer mudanças repentinas.Conquistar é saber administrar o tempo e o amor,o amor é renovável,por isso nunca se negue a cultivar o amor.Pense nele como um jardim,as plantas precisam serem regadas,para que elas floresçam.
       Acredite você pode conquistar sem muito esforço,porque a conquista requer apenas lealdade,amor,carinho e respeito,nada que seja preciso trabalhar para comprar,esta em cada um de nós,então porque temer que não vai conseguir sua conquista?Com certeza toda conquista será possível,comece por você,se ame,e assim seu amor transcendera.Não precisa perdoar,precisa aprender a entender o que é real ou fantasia,e quando adquirir essa sabedoria,ponha em prática,porque para conquistar alguém,precisa primeiro  conquistar você.

ASS.  Maninho.

quarta-feira, 9 de abril de 2014

CONTOS E ENCANTOS: SECANDO A LÁGRIMA

CONTOS E ENCANTOS: SECANDO A LÁGRIMA: SECANDO A LÁGRIMA     É comum atendermos os pedidos de nossos filhos,e principalmente quando esses pedidos são acompanhados pela a tr...

SECANDO A LÁGRIMA

SECANDO A LÁGRIMA



    É comum atendermos os pedidos de nossos filhos,e principalmente quando esses pedidos são acompanhados pela a tradicional lágrima artística, típica das crianças para conseguirem seus desejos.
    Secar as lágrimas com um sim, talvez seja o caminho mais curto para transformar a lágrima em sorriso.Incrível a eficiência desse plano a milhares de anos,uma forma aprimorada e incansável,parece que quanto mais chora,mais tem vontade de chorar,e a quase certeza que ou pelo chôro,ou pelo sentimento els vão conseguir.
     Precisa ter calma e inteligência para tomar a decisão,mas seja qual for a decisão devera ser mantida,caso contrário,terá que retroceder muitas vezes,porque a criança com seu banco de dados em formação,vai armazenar sua inversão como uma conquista,e vai usar essa tática,não tenha dúvida disso.
     Mesmo com o grande amor entre pais e filhos,você tem que adquirir habilidades,para evitar trazer infelicidade para seu filho,de forma involuntária lógico,mas se você atender todos os seus pedidos ele se tornara infeliz,porque você estará formando uma pessoa dependente,acostumada a facilidades e despreparada para a realidade da vida.
     Dê a ele a oportunidade de lutar e conseguir suas conquistas,não o enfraqueça colocando tudo ao seus alcance,vai chegar o dia que ele terá de caminhar com suas próprias pernas.
Secando a lágrima alerta que existe um não para cada situação e cada idade.Se você corrige uma criança de quatro anos e ela repetir o que estava fazendo,ele poderá não está lhe desobedecendo,e sim,chamando a sua atenção,e saber se você realmente está  a observando .Mas se acontecer com um de quinze anos,ele esta tentando descobrir se está sendo acompanhado,é importante em cada situação termos explicações que convençam.
     Nunca pense que seu vai deixar de lhe amar,se por algum motivo você disse não para ele,tente secar sua lágrima com uma canção,uma história,com uma explicação,e com uma certeza,você o ama,e quando ele chora,você chora muito mais,mas o mundo nega e não explica,então o prepare para encarar as realidades da vida e se tornar um vencedor.

ASS.  Maninho.

terça-feira, 8 de abril de 2014

A família

A FAMÍLIA


   
   Família,o principal fundamento para a formação uma sociedade.É a base estrutural e o termômetro para o desenvolvimento de uma nação.A família é um berço de sentimentos,e nesse contexto é importante que cada membro de família,tenha a exata noção do que ele representa para a mesma.
      A característica de  um mercado competitivo,tem contribuído para que pessoas de negócios tenham priorizado seus segmentos,e a atenção familiar tenha ficado em plano paralelo ou em segundo plano.Sem ver esse detalhe como absurdo,mas é muito preocupante a sua projeção social.Baseado nessa observação,conto uma história.
      Um garoto perguntou ao pai, quanto ele ganhava por hora trabalhada,e o pai respondeu:Isso não lhe interessa,e deu vinte reais ao filho e disse compre alguma coisa para você,preciso trabalhar,e pegou o celular e fez várias ligações para gente da empresa.
      Passaram-se alguns dias e o garoto fez a mesma pergunta,o pai deu a ele trinta reais,e disse,vá locar algum filme para ver,preciso trabalhar,e foi para os seus contatos.Uma semana depois,o garoto perguntou novamente,e o homem respondeu,eu não falo nem para sua mãe quanto eu ganho,mas para você me deixar em paz,eu ganho cem reais por hora de trabalho,o filho pediu,pai me dá cinquenta reais,o pai deu o dinheiro e disse,me deixe em paz,preciso fazer umas ligações.
      Instantes depois o garoto voltou e disse,ei pai,tenho cem reais,tem uma hora para mim?E quantas vezes essa indiferença é gerada por falta de atenção,e sem nenhum motivo justificável.Será que a maioria acompanha o desenvolvimento escolar do filho?Parabeniza e incentiva para que ele se motive ou continue motivado?E realmente estamos participando de forma ativa no crescimento de nossos filhos, educando,incentivando,orientando,e principalmente formando pessoas livres de discriminação e preconceito?
      Para que possamos desenvolver uma sociedade conscientizada de seus direitos e deveres,é exatamente na família,onde cresce e se fortalece,esse comportamento social.
 Ass.  Maninho.